Buscar
  • portalparvati

Concentração

Atualizado: Jul 12

Concentrar a ação ao centro. O centro da ação. O foco. União dos sentidos para o ponto central.

A pureza, a leveza e a harmonia são algumas virtudes que emergem a partir de uma mente concentrada. Já que estar Presente em inteireza é possível graças à conexão com o ponto central da Existência, poderíamos então, chamar esse ponto de Centro do Ser, o centro da mandala, de onde se expande todas as outras partes. O ponto de origem de tudo que existe.

No sânscrito, a qualidade da mente que atingiu o ponto máximo de concentração, é chamada de Samadhi. E através da meditação e prática da atenção plena é possível, para qualquer pessoa, trabalhar e desenvolver essa qualidade.

A concentração da mente permite a totalidade na ação e é através dessa integridade que abrem-se as portas para o verdadeiro contentamento, o estado de satisfação incondicional que conduz a vida ao seu estado de plenitude, revelando seu sentido por si mesma. Através da concentração podemos ampliar nossa percepção para a impermanência de todas as coisas. E a percepção clara da impermanência, nos liberta do sofrimento causado pelo apego ou aversão aos fatos.

“Quando nos estabelecemos verdadeiramente no presente, sabemos que estamos vivos e que isso é um milagre. O passado foi embora, o futuro ainda não chegou. Este é o único momento no qual podemos estar vivos, e nós estamos. Devemos transformar o momento presente no mais maravilhoso da nossa vida. Contemplar a impermanência nos ajuda a viver a liberdade e a felicidade no momento presente. Nos ajuda a enxergar a realidade como ela é, pra que possamos abraçar a mudança, enfrentar os medos e desfrutar do que temos. Quando enxergamos a impermanência de uma flor, de um pedregulho, da pessoa que amamos, do nosso próprio corpo, dor ou pena, ou mesmo de uma situação, podemos entrar no coração da realidade. A impermanência é algo maravilhoso. Se as coisas não fossem impermanentes, a vida não seria possível. Uma semente nunca se transformaria em milho; uma criança nunca se tornaria adulta; não haveria cura nem transformação; nunca realizaríamos nossos sonhos. Portanto, a impermanência é muito importante para a vida. Graças a ela tudo é possível” (Tchich Nhat Hanh - A Arte de Viver)



20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo